sábado, 29 de agosto de 2009

Blábláblá e Meus Defeitos

Tenho me sentido um pouco estranha ultimamente, nas últimas semanas meus amigos se afastaram um pouquinho por razões diversas, mas não é por isso que estou me sentindo assim, a razão real é que recebi uma ligação de um sujeito com quem eu não falava há pelo menos uma vida, costumava sair com ele = passear de mãos dadas e dar uns beijos na boca... enfim, na época eu tinha dezoito ou dezenove anos, era magra de dar dó e tinha um corte de cabelo medonho, mas modéstia à parte, porque nem sou modesta mesmo, eu era bem "jeitosinha", mas era meio boboca tbm, mudei um tiquinho nesse quesito, ah engordei e mudei o corte de cabelo tbm ;) mas o importante é que agora sei que todo mundo faz coco... naquela época eu costumava endeusar as pessoas, principalmente este sujeitinho... é eu me declaro culpada pelo crime de inflação de ego alheio, eu achava o sujeito tão bom, mas tão tão tão bom... que ele acabou por acreditar nisso e achar que era "areia demais para o meu caminhãozinho" (bem feito pra mim, quem mandou ser besta?)... the end? of course que NÃO, antes de ontem meu celular tocou, vi um número desconhecido e desconfiei que fosse um dos meus pretendentes (não que tenha muitos, na verdade se juntar todos não dá pra fazer um que valha a pena), fiz aquela voz séria e sexy de atendente de telemarketing:
- alô
- alô (juro, só pelo "alò" reconheci o indivíduo, claro que não deixei que ele notasse isso, afinal agora sou durona)
- quem fala? (sssssssínica)
- oi linda, é Johnny Bravo (obviamente que ele não disse Johnny Bravo, disse o nome né?)
- Johnny Bravo... ah oi, tudo bem? (sssssssínica)
- Melhor agora, quanto tempo né?
- É o tempo passa bem depressa né? já faz quanto tempo que não nos falamos? (3 anos no dia 27 de setembro...sssssssssínica)
- acho que um bom tempo (desgraçado, não lembra)
- e aí o que tem feito?
- ah o de sempre, combatendo o crime... e vc? (ele é PM)
- tô tentando criar asas e voar = ser comissária de voo= aeromoça, tbm tô trabalhando nas horas vagas
- você tá trabalhando agora?
- nesse exato momento
- ah então te ligo mais tarde, não quero te incomodar
- tá bom então (naquele exato momento, eu estava apertando frenéticamente o "num lock" do meu teclado, porque não tinha absolutamente nada pra fazer)
- bjo minha linda (desde quando ele me chama assim?)
- bj
E desligamos, ele não ligou mais, mandou uma msg dizendo que não deu pra voltar a ligar, me desejou um ótimo dia e pronto... mas sabe por quê estou me sentindo estranha? porque esperei pela ligação dele, me senti estranha porque mudei beeeeem menos do que pensei, na verdade mudei mesmo em uma coisinha, agora sou fingida, mas porcaria, ainda tenho um fraco por ele = ainda sou uma boboca, afinal ele só está sentindo falta de ouvir alguém dizendo o quão bom ele é...é estranho como é difícil encarar os próprios defeitos, estou me sentindo desleal comigo mesma, lutando contra mim mesma... Ah deixa quieto, nem sou assim tão complicada rsrsrs...pelo menos eu tento não ser
Bjocas

Um comentário:

  1. Olá!
    Existem milhares de blogs por aí e considero cada um especial, a sua maneira.O seu tem algo a mais, tem movimento,humor,alegria e descontração.Além disso tem smart posts e belas imagens.Ficarei muito feliz se me seguires pelo GOOGLE FRIEND CONNECT, e eu te seguirei também.Espero sua visita.
    http://amigadamoda.blogspot.com

    ResponderExcluir